Anabela Peres de Sousa

Cada vez mais valorizada, a saúde oral tem um papel fundamental no bem-estar do ser humano. A cavidade oral é um microssistema energético, microbiológico, bioquímico e físico em permanente conexão bilateral com o organismo.

A partir daqui nasce o conceito de Medicina Dentária Biológica. A médica Anabela Peres de Sousa, da Clínica de Medicina Dentária Integrativa, tem apostado, nos últimos anos, na adoção de práticas que têm por base a otimização do metabolismo orgânico.

De acordo com a médica, a Medicina Dentária Biológica e Integrativa prioriza a “abordagem pela análise do todo”. Através de uma visão holística, os dentes são analisados como ligados ao resto do corpo. Neste sentido, os tratamentos, os materiais e técnicas utilizadas podem influenciar a saúde em geral.

Seguindo esta lógica, privilegia-se uma desintoxicação e otimização do metabolismo de reparação e cicatrização, assim como o recurso a materiais e técnicas menos tóxicas e/ou bloqueadoras da capacidade de homeostasia do organismo.

O objetivo é que sejam reduzidas as recidivas das afeções orais, as intervenções cirúrgicas e outros tratamentos da cavidade oral, bem como o uso de medicamentos.

Na verdade, a condição geral de saúde do paciente tem forte impacto na capacidade deste para recuperar e cicatrizar após ter sido submetido a cirurgia oral. Por isso mesmo, o procedimento cirúrgico em si, os materiais utilizados, a medicação associada, podem fazer variar em um ou outro sentido a qualidade de recuperação. Neste sentido, os materiais são cuidadosamente selecionados, de modo a evitar que tenham consequências negativas na saúde em geral.

Nesta visão integrada, a Medicina Dentária Biológica aplica-se a diferentes áreas, nomeadamente na reabilitação oral e implantologia, privilegiando a utilização de técnicas e soluções que respeitem a biologia dos tecidos, como é o caso dos implantes de zircónia.

É sobre este e outros temas que se vai falar na formação “O futuro da Medicina Biológica Dentária”, que se realiza no próximo dia 1 de junho, no Porto. As inscrições estão abertas e disponíveis a partir do link.